Cidadania Italiana, Itália, Mundo Afora

Como fomos para a Itália com 45 euros no bolso!

como-fomos-para-italia-com-45-euros-2
Prepara para muuuita emoção!

Meu retorno à terra dos nonos para finalizar o processo de reconhecimento de cidadania italiana foi uma verdadeira epopeia, com muita, mas muuuita emoção! Parece loucura, mas fomos para a Itália com 45 euros no bolso. Isso mesmo, 45 euros! Mas as emoções não começaram aí. Tudo começou na sala de embarque do aeroporto de Porto Alegre…

Consegui 4 dias de folga, em pleno janeiro, altíssima temporada, e sabia que embarcar não seria tarefa fácil. Como funcionária de empresa aérea tenho algumas facilidades, mas não tenho outras. Lugar reservado em voo é um luxo que não me pertence. Embarco se tiver lugar e nas férias de verão é uma loteria.
Desta vez não fui sozinha, levei minha espoletinha Maísa e o maridão.
Para início de conversa, o voo direto para Guarulhos estava cheio. Optamos em ir por Congonhas, mesmo tendo que retirar bagagem, esperar ônibus, trocar de aeroporto. Com criança não é fácil, mas era o que tínhamos.
Já na sala de embarque decidi conferir a documentação. Aqui em casa eu cuido da organização das malas, documentos e tudo o mais. Se deixar na mão do Vlad, sei não!! Conferi a pasta 3 vezes antes de sair de casa – passaportes, identidades, autorização de viagem para a Mai. Tudo certo. Mas quando abri a pasta no aeroporto, cadê o passaporte da Maísa? Socorro, desespero total!!! 
Foi um tal de tira tudo da mochila, revira bolsos, revira tudo! E nada!! Liguei pra casa, para que alguém olhasse se ficou perdido em algum canto, ninguém em casa. Resolvemos que eu iria com ela para São Paulo e ele voltaria em casa para procurar. Pegaria o voo que tivesse lugar e nos encontraríamos em Guarulhos. Lá se foi ele. Que aperto no coração! E se não estivesse em casa? Ai…
Minutos depois olho para o lado e quem vem com o passaporte na mão? Papis poderoso!!

Italia 45 euros
Ufa… eu vou pra Itália!!

Ao retirarmos o notebook para passar na esteira, o passaporte, que estava na pasta, foi junto e não percebemos (claro que não, ele deveria estar na pasta!!!). Antes de sair da sala de embarque, papis informou que havia perdido um passaporte e então, tcharammm… o funcionário do raio-x estava com o bendito! Ufaaa!! Respira Juliane!!

Italia 45 euros
Inocente…sabe da missa a metade!

Mas uma viagem precisa de muuuita emoção para ser inesquecível, certo? Então claro que tinha mais por vir.

Chegamos em Guarulhos e fomos direto trocar dinheiro. Deixamos toda a grana da viagem em uma conta que pouco usamos, mas que havíamos atualizado e liberado para uso no exterior dias antes. Como faríamos o câmbio no próprio banco, achamos mais seguro deixar a grana na conta do que viajar com ela na carteira. Qual não foi a surpresa ao sermos informados pelo caixa que o cartão estava vencido e que eu deveria ir até minha agência resolver o problema! Helooo!! Eu recebi o cartão em outubro e fiz tudo direitinho na agência antes da viagem! E era sábado e estávamos a 1200 km de casa! Desespero total parte 2!

Italia 45 euros
Como assim? Queremos nosso dinheirinho!

 

Fiz de tudo para tentar sacar nosso dinheirinho mas nada deu certo. Estávamos em São Paulo, sem dinheiro, a poucas horas do voo. Juntando nossos caraminguados, chegamos a grande fortuna de R$ 130,00. Que o caixa do banco se recusou a trocar por ser muito pouco. Estão conseguindo imaginar minha cara de pânico? Desabei a chorar no aeroporto. Nestas horas meu marido é um poço de serenidade e só me dizia: “Calma, vamos dar um jeito. Confia em Deus, Ele nunca nos desamparou!”
Uma alma caridosa que estava na fila e se compadeceu da nossa situação me chamou no cantinho e trocou seus ricos euros comigo. Trinta euros para ser exata. Com 15 que eu tinha de sobra da viagem anterior, 45. E um cartão de crédito com o limite que sobrou da compra das passagens.
E assim fomos esperar nosso voo para Milão. Cheios de adrenalina e esperando por mais emoção, afinal o voo que iríamos estava ultra mega full.

Porque emoção pouca é bobagem, né gente?!

Curtiu nossa aventura para chegar na Itália? Então deixe seu comentário aqui embaixo e curta nossas redes sociais!
Beijos de MEL!

 

 

Juliane

7 Comentários

  1. Marcia

    Conheci vários comissários de bordo em conexões e sempre a mesma historia: preparam as malas toda vez e ficom à espera de um lugarzinho. Mas como você disse, a gente se vira com o que tem – nem que sejam 45 euros! ahahaha

    28 . ago . 2017
    • Juliane

      Marcia, é muita emoção kkkkk! Mas o que vale é viajar! Bjs

      29 . ago . 2017
  2. Fabiana Braga Infanti Valente

    Bom dia Juliane! Eu novamente. Desculpe perguntar, clara entenderei se não quiser responder. Você trabalho no que em Madrid, e seu esposo? A pergunta, é porque eu e meu marido não somos graduados, então claro, sabemos que trabalhariamos com os ditos “subempregos” mas isso não me preocupa, na verdade te pergunta para saber o que me diz com relação a trabalhos por ai. Como tenho duas filhas, minha intenção seria ficar um período com elas para irem se adaptanto. Quanto você acredito em média que se gasta entre aluguel, comida e outros para se manter em Madrid no mês. Assim vou me programando quanto tenho que reservar para levar para ficar alguns meses com elas, até porque também teria que tentar conseguir a documentação que acredito que demoraria um pouco ou bastante. Obrigada! Fabi obs: verás que fiz várias perguntas em tópicos diferentes.

    22 . maio . 2017
  3. Jovana

    Linda historia !!!! Tem que ter muita fé

    09 . fev . 2016
    • Juliane

      Obrigada, Jovana! Beijo!

      09 . fev . 2016
  4. Unknown

    Que loucura! Mas Graças a Deus deu tudo certo!

    21 . jan . 2016
    • Juliane

      É verdade! Deus é muito bom!

      09 . fev . 2016

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados *

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.




© Copyright - 2017 Mel a mil pelo mundo. Todos os direitos reservados.