Espanha, Madrid, Viver em Madrid

8 coisas que descobrimos em nossos primeiros 8 meses em Madrid

8-meses-em-madrid

8 meses em Madrid

Na última terça-feira fizemos mesversário de mudança para a Espanha. Então, para fazer um balanço deste tempo, decidi listar 8 coisas que descobrimos em nossos primeiros 8 meses em Madrid e que nos fizeram enxergar a nossa nova vida de outra maneira:

1 – A gente consegue abrir mão de coisas que julgava tão importantes que a simples ideia de deixa-las para trás nos dava aquele aperto no peito.

Esta nós descobrimos na preparação da mudança. Antes de vir fizemos uma limpa em casa. Colocamos toneladas de coisas fora, demos outra tonelada e vendemos umas coisinhas (fizemos um “garage sale” que durou uns dois meses!). Aquilo que consideramos muito valioso – coisas que tem um valor sentimental, como fotografias, trabalhinhos escolares das meninas, algumas roupinhas de quando eram bebês – colocamos em caixas, enchemos de naftalina e guardamos no porão de casa. A conclusão foi: acumulamos muita coisa que não serve para nada e o que realmente importa cabe em um porão!

8 meses em Madrid

Nossa garagem lotou de coisas

2 – Conseguimos viver com pouco, ou seja, o realmente necessário.

Alugamos um apartamento mobiliado, móveis e grandes eletrodomésticos, mas precisamos comprar os utensílios de cozinha. E descobri que consigo sobreviver com apenas 4 panelas, uma frigideira, meia dúzia de pratos, copos e talheres. A gente aprende a improvisar, o prato fundo vira travessa de salada, a forma de bolo tem muito mais utilidades que se pode imaginar e um medidor de inox vira chaleira, leiteira, cremeira e o que a necessidade mandar. Afinal, aquela colher bonitinha da sorveteria da esquina serve bem como colher de sobremesa, não?

3 –  Aprendemos a usar e compartilhar todos os espaços

Sair de uma casa grande e espaçosa para um apartamento de 50m² exige certo malabarismo e organização. E nem sempre tem espaço para tudo e para todas as coisas de todos. Gavetas compartilhadas, prateleiras que podem guardar calças ou camisas, malas que viram guarda-roupas fora de estação. Aí a gente descobre que não precisa de 5 jogos de lençóis para cada cama, uma dezena de toalhas de banho e um montão de roupas para empilhar. E agradece pelos organizadores de espaço existirem!!

4 – Nos convencemos de que aquela história de que as crianças aprendem rápido é a mais pura verdade

Um belo dia você chega em casa e sua filha de 3 anos começa a lhe falar em espanhol. E a filha do meio lhe corrige a todo o momento. E você descobre que elas já tem vários novos amigos. São chamadas para festas de aniversário, trabalhos na casa de colegas. E quando chega o primeiro boletim você, já esperando uma tragédia, vê que as notas estão todas acima da média. Tudo ainda no primeiro trimestre de ano letivo. E você ali, na sua aulinha de espanhol, aprendendo uma coisinha de cada vez, tentando encontrar a sua turma, achando que seus filhos é que sofreriam para se adaptar a uma mudança tão radical. Hahahaha, não se engane!!

8 meses em Madrid

5 – Descobrimos que um carro pode ser muito útil, mas não tanto aqui em Madrid

Ônibus na porta de casa, metrô a dois quarteirões, trem a uma estação. Carro pra andar na cidade, pra que? Vamos para qualquer lugar, não nos preocupamos com seguro, mecânico, combustível. Em Porto Alegre eu dependia do carro para tudo! Claro que para fazer um passeio mais longe um carro vem bem, está nos nossos planos, mas por enquanto estamos nos virando com o transporte que nossa cidade oferece. Também caminhamos bastante e assim conhecemos melhor este lugar lindo. E não perdemos horas em engarrafamentos, procurando vaga para estacionar…

6 – Começamos a nos acostumar com o “jeitinho direto de ser dos espanhóis”

Logo no começo, quando um espanhol nos dá uma resposta daquelas bem diretas, a gente pensa: “nossa, que povo grosso, mal educado!”. Quando fui fazer o empadronamento e a funcionária não quis me responder uma pergunta, me mandando voltar no outro dia porque seu horário já havia terminado ou quando uma advogada logo cortou a conversa porque já tinham passado os 30 minutos a que eu tinha direito, saí indignada jum8byh. Mas depois, pensando bem, eles não estão de todo errados. A funcionária não vai ganhar hora extra se ficar ali respondendo minhas perguntas depois do seu expediente. E a advogada tinha outras pessoas a sua espera. Eles não tem mi-mi-mi, são bem diretos. E não tem nenhum constrangimento em dizer um “não, não pode, não entre, não posso, não quero”. Assim, curto e grosso!

Quer saber mais sobre como está sendo nossa nova vida em Madrid? Confira todos os posts!

7 – Conseguimos comprar muuuita coisa com menos de 1 euro

Não estamos acostumados a dar tanto valor a uma moedinha com o numero 1 estampado, mas quando chegamos aqui percebemos que, sim, ela vale muito. E não só ela, mas os centavinhos também. Se o troco for 1 centavo esteja certo que irá receber. E vai ser cobrado também. A lista de coisas que podemos comprar com menos de 1 euro é imensa – logo vai ter vídeo de compras no super no nosso canal do Youtube.  E dê uma moedinha destas para seu filho e ele volta cheio de “chuches” da loja do chino!

8 meses em Madrid

Chuches, as guloseimas que ela ama!

8 – A distância da família e amigos é grande, mas não tanto

Claro que muitas vezes faz falta o abraço, o estar presente em um aniversário, uma formatura, um casamento. Mas começamos a utilizar todos os recursos que a tecnologia coloca ao nosso alcance. É uma maneira de se sentir mais perto, mais presente, até mesmo em ocasiões especiais. Um exemplo? Na noite de natal conectamos com a vovó na hora da entrega dos presentes. Aliás, os mesmos que ela comprou pela internet e mandou entregar aqui em casa. E assim vamos nos mantendo em contato com todos, que continuam fazendo parte do nosso dia-a-dia. E convenhamos, hoje em dia as distâncias são medidas em horas, não em quilômetros.

E você, o que aprendeu no seus primeiros meses morando em outro país? Conta pra gente!!

Beijos de MEL! ?

Juliane

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados *

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.




© Copyright - 2017 Mel a mil pelo mundo. Todos os direitos reservados.