Viver em Madrid – Como alugar apartamento em Madrid

Alugar apartamento em Madrid não é das tarefas mais fáceis do mundo. Principalmente se você acaba de chegar, não tem um contrato de trabalho, comprovantes de renda e uma boa grana pra deixar de fiança. Antes de vir eu pesquisei várias imobiliárias pela internet, mas chegando aqui não adiantou muita coisa. Dá pra ter uma ideia de preço, ir se familiarizando com os bairros, mas é só quando colocamos o pé na rua pra procurar é que nos damos conta da dificuldade.

alugar apartamento em Madrid

Primeiro porque não conhecemos bem a cidade e nem sempre dá pra escolher o bairro em que morar já de primeira. Com o tempo vamos decobrindo que lugares fazem mais o nosso estilo, atendem mais às nossas necessidades, tem o que precisamos perto. Segundo porque na maioria das vezes não vamos cumprir as exigências das imobiliárias e de alguns proprietários, o que nos leva a alugar o “que aparece”. A menos que você já chegue com um contrato de trabalho e tudo acertado pela empresa que está te contratando, vai encontrar alguma dificuldade.

alugar apartamento em Madrid
Com sorte dá pra conseguir um apartamento reformadinho, bem bonito!

Não vou me prolongar em falar de valores de aluguel neste post, porque já falei sobre o custo de vida em Madrid aqui. Mas, em resumo, com € 600 é possível alugar um apê de 2 dormitórios em uma zona não central, com os gastos de condomínio incluídos. Se quiser morar no centro, tem que pagar mais e por um apartamento menor.

Procurando hotel para sua próxima viagem? Conheça as ofertas do Booking. Fazendo sua reserva por este link, você ajuda o blog a se manter no ar e não paga nada mais por isso. 

Também é bom levar em consideração a distância do local de trabalho. Não adianta economizar no aluguel e depois gastar a diferença com transporte. Fora o tempo de locomoção. Nós mesmos já pensamos em mudar para um bairro mais afastado, onde os apartamentos maiores custam o mesmo que pagamos agora, mas quando colocamos na ponta do lápis o gasto que teríamos com passagens, resolvemos fazer exatamente o contrário. Estamos procurando algo mais perto do centro, embora hoje estejamos a 15 minutos dele.

Quando for procurar imóveis na cidade, atente para alguns detalhes:

  • piso – apartamento
  • planta – andar
  • habitación – dormitório
  • matrimonio – dormitório de casal
  • bajo – apartamento no sub-solo
  • ático – cobertura
  • vivenda – imóvel residencial
  • terraza – sacada
  • trastero – depósito
  • comunidade – condomínio
  • armarios empotrados – armários embutidos
  • ascensor – predio com elevador
  • exterior – as janelas tem vista pra rua (não necessariamente todas)
  • interior – as janelas tem vista para o interior do prédio

A grande maioria dos imóveis já vem com a cozinha equipada – armários, fogão, geladeira e máquina de lavar roupa. E não é raro que tenham armários nos quartos. Também existem aqueles que já vem totalmente mobiliados, como foi o nosso. Só precisamos comprar utensílios de cozinha, roupas de cama e banho e televisão.

alugar apartamento em Madrid

Pra alugar é que o bicho pega. Por imobiliária são feitas trocentas exigências, como contrato de trabalho indefinido, as 3 últimas nôminas (contra-cheque), o mês de aluguel, 1 ou 2 meses de fiança e mais 1 mês que corresponde a comissão da imobiliária. A fiança é devolvida na entrega do imóvel, caso não hajam danos no mesmo, mas a comissão é perdida. Ou seja, pra pegar as chaves é preciso desembolsar no mínimo 3 vezes o valor correspondente ao aluguel.

Precisando de carro para viajar? Faça sua cotação por este link da Rentcars, nossa parceira de viagens

Alugando direto com o proprietário é um pouco mais fácil, ele talvez vá pedir apenas o mês de aluguel e 1 ou 2 de fiança, que também é devolvida na saída. Mas alguns pedem os mesmos comprovantes que uma agência, o que nos leva de volta à mesma complicação! O negócio é ir contatando um por um até achar aquele que aceite as suas condições.

alugar apartamento em Madrid
A primeira compra a gente não esquece!

Agora, se sua preferência é morar em uma casa, esqueça o centro de Madrid. É como procurar uma agulha em palheiro. Casas só nos bairros bem afastados do centro (bem mesmo) ou nas cidades da grande Madrid.

Aqui deixo alguns sites de busca de imóveis na Espanha:

  • Idealista
  • Fotocasa
  • Mil Anuncios
  • Yaencontre
  • Tucasa

Depois que você já estiver instalado, com a vida arrumada, contrato de trabalho, comprovantes de renda, poderá sair a buscar um imóvel mais de acordo com tudo o que tinha imaginado antes de vir. Até lá, o jeito é ir deixando sua casinha nova com a sua cara!

E você, já passou por esta experiência? Conta pra gente como foi! Deixe seu comentário abaixo e compartilhe o post nas redes sociais!

Beijos de MEL 😉

 

7 Respostas para “Viver em Madrid – Como alugar apartamento em Madrid”

  1. Parabéns pelo seu blog. Ele tem sido uma ferramenta importante para a minha mudança.
    Eu, meu marido e meus dois filhos estamos indo para Madrid e gostaríamos de dicas de bairro para morar. Quais são as suas sugestões?

    Beijos e obrigada.

    Isabela

    1. Oi Isa!
      Olha, cada bairro de Madrid tem uma característica. Depende do que procuram. Acho que o ideal é vocês alugarem algo temporário antes de vir e chegando aqui procurar algum lugar que se sintam melhor.

      Beijos e avisem quando chegam para marcarmos um café!!

  2. Agora fiquei preocupado !

    Eu pretendo ir para madri com esposa e dois filhos, mas nossa ideia é não trabalhar por uns 2 anos…somente depois se preocupar com o que fazer por ai…então dificilmente vou conseguir alugar um bom local sem renda por ai ? Será que investimentos no brasil não valem ? Pois a idéia era viver de juros, pegar os juros do brasil e enviar para a espanha mensalmente para pagar as contas.

    1. Oi Roberto!

      Se você tiver como comprovar esta renda vale sim. Traga uma declaração do banco, traduzida e apostilada que eles aceitam.

      Abraços

    2. e ai roberto, tambem estou pensando em fazer isso. Li relatos de gringos que conseguiram o visto com um aluguel do AirBnb e depois que chegaram foram procurar onde iriam ficar. Aí sim acredito tiveram alguma dificuldade, mas nao sei. Mudanca de pais é um grande desafio sempre.

  3. cristina zambori garcia rodrigues says: Responder

    parabéns pelo seu blog…

    1. Muito obrigada Cris!! Abraços

Deixe uma resposta