Europa, Mundo Afora, Segóvia

De Madrid a Segóvia, um bate-e-volta imperdível!

de-madrid-a-segovia-bate-e-volta

Eu sou apaixonada por história, uma curiosa daquelas que abre uma página na Wikipédia e quando vê, já abriu 30 outras! Quando comecei a ler sobre Segóvia, não achei que a cidade me encantaria tanto. Dos bate-e-volta saindo de Madrid, o mais procurado é Toledo, por ter sido a primeira capital do reino. Mas Segóvia guarda um encanto inexplicável! Foi amor à primeira visita! E, na minha humilde opinião, Segóvia é um bate-e-volta imperdível desde Madrid.

Como ir de Madrid a Segóvia

Segóvia é uma cidade medieval, murada, com castelos que já foram a residência de reis, igrejas centenárias, inclusive onde a rainha mais conhecida da Espanha foi coroada e com um aqueduto impressionante, uma obra do Império Romano que, diz a lenda, foi construída pelo Diabo. Não é de se estranhar esta crendice, tamanha é a obra para a época em que foi erigida.

Um dia em Segóvia é mais do que suficiente para conhecer tudo. A menos que você queira visitar cada uma das igrejas e monastérios da cidade, não precisará mais do que 5 horas. Mas caso você tenha um pouco mais de tempo, passear pelas ruas à noite pode ser uma agradável surpresa. Os monumentos históricos iluminados deixam esta cidadezinha medieval ainda mais esplendorosa! E você pode se hospedar em um dos vários excelentes hotéis da cidade, reservando aqui.

Praça de Segóvia
Plaza de San Martín

Tudo indica que Segóvia foi povoada primeiramente pelos celtas, mas só após a ocupação romana ganhou importância e se desenvolveu. Os próximos a dominarem a cidade foram os visigodos, sendo invadida pelos árabes a partir de 711 d.C. Nesta época, imagina-se que a cidade tenha perdido grande parte de sua população e que só voltou a se desenvolver após a reconquista, por Alfonso VI de Castilla.

Quer ver a noite em Segóvia? Aproveite as ofertas de hospedagem do Booking!

A cidade tornou-se uma grande produtora de lã, este era o seu “ouro”. No século XII era um importante centro de comércio e é nesta época que surgem as diversas igrejas que vemos espalhadas pela cidade.

Igreja San Milan Segovia
Igreja de San Milan

Os judeus também marcaram presença na região e podemos perceber a importância deles ainda hoje, passeando pelo bairro judeu, a juderia. A Sinagoga Maior era uma das mais importantes da península e hoje abriga a Igreja de Corpus Christi.

Antiga sinagoga Segóvia
Igreja de Corpus Christi

Nosso passeio começa aos pés do Aqueduto Romano, do século I d.C. Usado para transportar a água desde a serra até a cidade, são mais de 15 km em um total de 167 arcos. É a obra romana mais bem conservada e importante situada na Península Ibérica. Foram utilizados 35 mil blocos de granito na sua construção, sem utilização de qualquer tipo de argamassa. No século XV, na época dos reis católicos, o aqueduto foi restaurado, pois parte de sua estrutura havia sido destruída pelos árabes, no século X. Na parte superior, bem em frente à Praça de Azoguero, observamos dois nichos, onde foram colocadas duas imagens, uma da Virgem de Fuencisla, padroeira da cidade e outra de San Esteban. Aproveite para tirar fotos de vários ângulos, pois esta é realmente uma obra grandiosa!

aqueduto romano Segóvia
Aqueduto romano

Na sequencia, podemos subir a escadaria do aqueduto e tirar fotos lá do alto ou seguir pela Calle de Cervantes em direção à Plaza Mayor. No caminho vamos encontrar prédios de nobres, o antigo cárcere real, a Plaza de San Martín ou Plaza de Juan Bravo, onde encontramos uma estátua em sua homenagem e a igreja de San Martín, construída em 1117.

Igreja de San Martín – ano 1117
igreja de San Martin Segóvia
Interior da igreja de San Martín

Chegando na Plaza Mayor, nos deparamos com sua belíssima catedral, conhecida como “a Dama das Catedrais”. É considerada a última construção em estilo gótico da época. Sua construção começou em 1525, sendo concluída em 1577. Vale a pena entrar no templo e contemplar sua arquitetura e obras de arte. É na Plaza Mayor que encontramos também a Igreja de San Miguel, onde Isabel I foi proclamada rainha, em 1474.

Catedral de Segóvia gotica
Bate e volta de Madrid a Segóvia para ver a Catedral de Segóvia
catedral de Segovia e muralha
Catedral vista da muralha

Seguindo nosso passeio, chegamos ao Alcázar de Segóvia. Pelo caminho, observamos sinais do aqueduto soterrado.

O Alcázar é uma obra grandiosa, que pode ser observada de longe. Não se sabe ao certo a época de sua origem, mas restos de assentamentos em granito foram encontrados no local, semelhantes aos usados na construção do aqueduto. Por isso, acredita-se que desde este período já existia uma fortificação no local. A primeira documentação que existe data de 1122, logo após a reconquista por Alfonso VI, mas é só em 1155 que aparece citado como “castelo de Segóvia” e “alcázar”. Vários monarcas habitaram o castelo, e durante muito tempo foi a residência favorita dos reis de Castela, chegando em seu apogeu no reinado de Enrique IV. A coroação de Isabel I marca para sempre a história do Alcázar.

alcazar de segóvia
Interior Alcázar de Segóvia
tronos do alcazar de segovia
Alcázar de Segóvia e a sala real

Os próximos reis, da dinastia dos Áustrias, já não o utilizavam com tanta importância, embora o casamento de Felipe II (1570) tenha se realizado ali. Foi ele também o responsável pela sua aparência atual. Posteriormente, foi utilizado como prisão, escola de artilharia e hoje é um museu que conta a história de Segóvia e merece ser visitado. Ah, já ia esquecendo! O Alcázar serviu de inspiração a Walt Disney para o castelo de uma de suas princesas. Você sabe qual?

Alcazar de Segovia
Madrid a Segóvia: O Alcázar de Segóvia

A partir do Alcázar podemos contemplar a beleza da muralha da cidade, muito bem conservada. Não se sabe ao certo quando ela começou a ser erguida, embora hajam indícios de origem romana. Contudo, acredita-se que sua construção tal como é hoje tenha sido iniciada na época da reconquista cristã. A muralha começa e termina no Alcázar, completando 3 km de extensão. Teve 5 portas, das quais hoje restam apenas 3: Santiago, San Cebrían e San Andrés. Na Porta de San Andrés é possível subir no alto da muralha, basta pedir o código no Centro de Informaçoes.

Porta de San Andres Segóvia
Madrid a Segóvia: Porta de San Andres
muralha de Segóvia e Alcazar
Alcázar visto da muralha
muralha de Segóvia
O alto da muralha

Depois de tanto andar, nada mais justo do que parar para experimentar uma das delícias da culinária segoviana. O prato mais conhecido é o cochinillo assado e eu tenho meu lugar preferido para saboreá-lo. Uma construção do século XIII, pra se sentir em plena era medieval!

cochinillo assado de Segóvia
Cochinillo Assado é o prato mais famoso de Segóvia

Segóvia faz parte da Comunidade de Castilla-Léon, fica entre dois rios – Eresma e Clamores – e está a 87 km de Madrid. Foi declarada Patrimônio da Humanidade em 1985. Podemos sair da capital de trem ou ônibus e aproveitar o dia passeando por suas ruas seculares. Se você preferir ir de Madrid a Segóvia com carro, confira as melhores ofertas aqui.

Mas se você quiser curtir a noite segoviana, nada melhor do que se hospedar em um dos excelentes hotéis da cidade, como você pode conferir neste link.

Segóvia é uma cidade amiga das crianças e tem uma programação especial para os peques. Já conferiu este post onde conto como MEL conheceu a cidade fazendo um tour com o arriero Claudio? Foi muito legal!!

Lembre-se: o seguro é obrigatório nas viagens para a Europa. Contrate o seu aqui!

E então, ficou curioso para conhecer esta cidade cheia de encantos? Bora planejar um bate-e-volta de Madrid a Segóvia!? Entre em contato comigo!

Beijos de MEL! 😉

Sabia que pelo blog você pode programar toda sua viagem?

Procurando hospedagem em Madrid? Faça sua reserva conosco pelo Booking. Desta forma você estará colaborando com o blog sem nenhum custo adicional para sua viagem e ainda aproveita ofertas exclusivas para nossos leitores.

Precisa alugar um carro? Reservando conosco pela Rentcars você consegue as melhores condições e ainda colabora com o blog, sem nenhum custo adicional.

Não esqueça que para entrar em alguns países o seguro de viagem é obrigatório. Faça sua cotação com nosso parceiro e obtenha as melhores condições junto às melhores seguradoras do país.

Quer chegar ao seu destino já totalmente conectado, com internet ilimitada e acesso ao Whatsapp, redes sociais e Maps? Compre seu chip da Easysim4u aqui conosco e compartlhe os melhores momentos!

Para ir de uma cidade a outra na Europa o trem é uma experiência inesquecível. Compre suas passagens aqui conosco, pela Rail Europe e conheça a Europa de trem. Você não tem nenhum custo adicional e ainda colabora com o blog.

Viva Madrid Tours exclusivos e personalizados

Conheça Madrid em um tour exclusivo e personalizado, em português, com quem vive aqui e vai te mostrar a cidade com os olhos de morador e a curiosidade de quem está sempre procurando coisas novas e é encantada pela cidade!

Para mais informações entre em contato pelo e-mail contato@melamilpelomundo.com ou pela nossa página https://www.facebook.com/vivamadridturismo/

 

 

Juliane

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios são marcados *

Error: Access Token is not valid or has expired. Feed will not update.
This error message is only visible to WordPress admins

There's an issue with the Instagram Access Token that you are using. Please obtain a new Access Token on the plugin's Settings page.
If you continue to have an issue with your Access Token then please see this FAQ for more information.




© Copyright - 2017 Mel a mil pelo mundo. Todos os direitos reservados.