10 Dicas de Viagem com filhos que só uma mãe pode dar

O dia das mães está chegando no Brasil, embora aqui na Espanha tenha sido no último domingo, dia 07. Já ganhei beijinhos, flores, presentinho, mas lógico que mãe que mora fora comemora duas vezes. Por isso decidimos dar o presente. Como adoramos dividir nossas experiências umas com as outras, juntamos algumas mamães viajantes para dar 10 dicas de viagem com filhos que só uma mãe pode dar. Tá, confesso que tenho muito mais do que dez, mas vou deixar as outras para uma próxima vez. Agora vou falar de algumas coisas que considero super importantes e coisas que funcionam muito bem nas nossas viagens, mas outras blogueiras também vão contar o que funciona para elas. E para conferir todas as dicas é só acompanhar esta blogagem coletiva de Dia das Mães!

Então vamos lá conferir essas 10 dicas de viagem com filhos que só uma mãe pode dar:
1 – Nunca deixe de viajar por causa dos filhos.

Esta é, para mim, a dica mais importante. Assim como acho que um casal não deve deixar de ter filhos porque gosta de viajar. Uma coisa não impede a outra, de forma alguma! Pelo contrário, se complementam. Ter filhos é uma grande benção e mostrar o mundo a eles é um privilégio! Deixar que descubram coisas totalmente diferentes daquelas que estão acostumados. Novas culturas, paisagens, comidas, idiomas, pessoas. Aprender a respeitar as diferenças e ver a realidade de outra forma.

Além disso, durante as viagens estamos a maior parte, senão todo o tempo, juntos. Fazemos atividades que não costumamos fazer no dia-a-dia, descobrimos o que agrada mais um ao outro. Tomamos o café da manhã juntos, sem pressa. Almoçamos e jantamos na companhia dos nossos filhos. Estreitamos os laços. Porque privá-los de desfrutar destes momentos?

Claro que viajar com os filhos não significa que vamos deixar de viajar sozinhos. Aqueles que tem os avós e tios próximos podem tirar uns dias para viajar só com o companheiro, amigos ou solito mesmo. Não há nada de mal nisso e não devemos nos culpar por deixarmos os filhos em algumas viagens.

2 – Esteja atento à documentação exigida em uma viagem com crianças

Por 5 anos trabalhei em uma empresa aérea e posso dizer que já vi muitas viagens serem tristemente interrompidas porque os pais não se informaram com antecedência sobre quais documentos deveriam portar para viajar com os filhos. Já vi muito choro e desespero por um problema que poderia facilmente ser evitado.

Muitas vezes ouvi a frase: “mas eu achei que só isso dava”. Cópias simples de certidões de nascimento, pais achando que poderiam embarcar com a carteira de vacinação (sim, é verdade), crianças sozinhas viajando sem autorização, avós sem a documentação necessária para comprovar o parentesco.

Gente, eu sei que tem muito achismo por aí. Mas quando se trata de viajar com crianças temos que ter certeza, porque isso envolve a segurança deles. Imagina se desse pra simplesmente pegar uma criança pelo braço, ir para o aeroporto e pegar um avião? Quantas crianças roubadas além das que já temos notícia, mesmo com todas as exigências feitas, teríamos?

Eu fiz alguns posts falando sobre documentação de viagem com crianças, mas se ainda assim restar alguma dúvida, não hesite em procurar o Juizado da Infância da sua cidade e esclarecer tudo!

3 – Planeje a viagem pensando também em coisas que seu filho goste de fazer

Não adianta nada levar seu pequeno em uma viagem se você não separar algumas atividades e passeios para fazer com ele, de preferência algo que ele goste. Essa dica serve até para negociar aquele passeio “chato”que só você quer fazer. Digo chato, porque de repente um museu de arte moderna não seja algo que ele esteja muito a fim de ir, mas se em troca da ida ao museu nada interessante vocês forem conhecer aquele estádio de futebol super bacana ou aquela loja super da moda?

10 dicas de viagem brinquedos
Loja de brinquedo para elas

Se você monta o roteiro deixando de fora passeios que a criança gosta, certamente sua viagem será um estresse constante, com queixas, caras amarradas e desânimo total. Então vale o equilíbrio. Um programa para os pais, outro para as crianças. E tudo vai bem.

4 – Deixe que seu filho interaja com o lugar

Uma boa maneira de fazer uma criança aprender algo é deixa-la ter experiências reais. Permitir que a criança interaja com a cultura local, com os costumes, as pessoas e as peculiaridades de cada lugar visitado deixará marcas para a vida toda.

Visitar uma vila de pescadores e deixar que os pequenos participem de uma pescaria, assistir uma aula de surf, fazer um artesanato local.

Quando fomos para Maceió, estávamos caminhando na beira da praia, um trecho bem longo de praia. Já estávamos super cansados quando encontramos um grupo de mulheres sentadas na beira, com as blusas cheias de mariscos. As meninas, bem curiosas, pararam para ver o que era e ficaram ali, de papo com elas e catando mariscos junto. Até aprenderam a “técnica” hahahaha.

10 dicas de viagem praia
Catadoras de marisco
Aqui mais 5 das 10 dicas de viagem com filhos que separei para você:
5 – Se possível, opte por hospedar-se em imóveis de temporada

Essa dica não vale se você é daquelas mães que não abrem mão de um hotel, com camareira pra arrumar o quarto todos os dias, café da manhã prontinho e todos os confortos e comodidades que este tipo de hospedagem oferecem. Mas se você é como eu, que gosta de viver como um habitante local, indo ao supermercado, usar as iguarias regionais para fazer as refeições, ver como é o dia-a-dia em outro lugar, esta é a sua hospedagem!

10 dicas de viagem casa
Nossa casinha em Londres

Claro que eu também A-D-O-R-O um hotel e não ter que fazer nadica de nada. Mas, principalmente quando viajamos para o exterior, optamos por ficar em um apartamento de temporada. A liberdade que temos para fazer as coisas do nosso jeito é incomparável.

Quer ver alguns exemplos? Não temos hora pra tomar café. Preparamos nossas próprias refeições, escolhendo aquilo que mais gostamos e provando tudo que encontramos de novo no supermercado. Enchemos a geladeira de coisas que as gurias gostam, já que lugar pra guardar não é um problema. Podemos lavar as roupas diariamente, em consequência nossa mala não precisa viajar cheia de roupas, já que teremos roupa limpa sempre que precisarmos. A economia que fazemos com as refeições é bem considerável, uma vez que preparamos os lanches para o dia e o jantar na volta.

Na Itália compramos carne de cavalo…
…que virou carreteiro

E normalmente os imóveis alugados por temporada tem a marca do dono, do lugar, não são impessoais e nos fazem sentir em casa.

Procurando hospedagem? Aqui você encontra!

6 – Coloque na mala todos os itens de uso frequente

Em agosto de 2014 fomos passar 4 dias em Itaparica, na Bahia. Como era uma viagem rápida e levaríamos pouca bagagem, levei apenas o que precisava para o deslocamento/primeiro dia e quando chegasse compraria mais fraldas, papinha e lanchinho para as meninas. O trajeto do aeroporto de Salvador até a ilha é longo e cheio de “baldeações’.

O que eu não sabia, já que foi uma viagem de última hora e eu não tive tempo de pesquisar NADA da cidade, é que nosso hotel era beeeem longe do centro. Pra piorar, não tinha quase nada de comércio por perto e o pouco que tinha estava fechado (além de ser final de semana, era feriado na cidade). E o supermercado mais perto ficava muito longe. Em resumo, eu estava lascadérrima e sem fraldas!!

O único comércio aberto era uma padaria, então lanchinho eu consegui. Por sorte, no hotel tem uma lojinha para emergências (eles já estão esperando por hóspedes desavisados, como eu!) e consegui um pacote de fraldas. Claro que paguei o que pagaria por 3 pacotes, mas não tinha muita escolha. Foi minha salvação!!

10 dicas de viagem papinha
Ainda bem que Nestlé tem no mundo todo (ou quase)

Pois é, até mães de várias viagens cometem erros toscos como este – não se culpe, somos mães, não somos perfeitas! Então, antes de começar a arrumar as malas, faça uma lista com tudo que você vai precisar para os dias de viagem. Avalie o que é imprescindível. Remédios – os de uso contínuo e aqueles para uma febre ou dor de barriga de última hora – itens de higiene, coisas que seu filho esteja habituado e que você não tem certeza que vai encontrar no destino. Só se ligue a marcas se seu filho tiver algum tipo de alergia. Neste caso, veja se onde você vai tem o que precisa. Caso contrário, leve. Ninguém quer usar o seguro viagem, não é mesmo? Eu nunca me liguei em marca de nada, pelo contrário, gosto de experimentar as novidades. Mas o comércio precisa estar aberto para isso hehehehe

Dependendo do lugar que você for, vai ter que levar coisas que normalmente poderia comprar quando chegasse. Principalmente remédios e mais ainda se for em outro país (os nomes dos medicamentos mudam e talvez seja preciso receita). Pode ser que a mala vá um pouco mais cheinha, com fraldas e leite em pó, mas o consolo é que vai esvaziando no caminho!

Aqui e aqui você confere mais dicas do que colocar na mala!

7 – Disponibilize uma máquina fotográfica para seu filho

Não precisa ser a máquina de última geração, cheia de recursos e paranauês. Uma máquina simples, até mesmo um celular, para que ele registre a viagem do seu ponto de vista. É incrível como as crianças podem ter uma percepção bem diferente da nossa!

10 dicas de viagem palacio
Foto tirada pela Luisa, na época com 6 anos
Fotógrafa Elisa em ação em Versailles

E ele vai se sentir peça importante de tudo que está acontecendo, afinal está registrando momentos que serão lembrados para sempre.

8 – Deixe que a criança carregue sua própria mochila

Se seu filho já for maiorzinho, com 2 anos ou mais, dê uma mochilinha para que ele possa levar suas coisas. Um brinquedinho, um lanchinho, a sua máquina fotográfica. Isso é muito importante para que ele aprenda a ser responsável pelo que é seu e que saiba que é importante dividir a bagagem entre todos durante uma viagem.

À medida que ele for crescendo, aumente suas responsabilidades. Dê mais coisas para ele carregar.

Nós, depois de algumas viagens carregando malas pesadas, decidimos comprar uma mochila para cada um. A minha e do Vladson são as maiores, já que levamos coisas de uso comum. Mas as meninas carregam suas roupas, sapatos e o que mais elas julguem importantes. Assim elas também aprendem que quanto mais coisas carregarem, mais peso terá a mochila e acabam selecionando o que é realmente importante. Neste post eu conto como foi essa mudança!

10 dicas de viagem mochila
As duas com suas mochis

A Maísa tem 4 anos, mas desde os 2 leva sua mochilinha com alguns brinquedinhos, uma bolachinha, um suco e um monte de cacarecos hahahaha

10 dicas de viagem mochi
E a peque vai com sua “baita”mochila
9 – Não abra mão do carrinho até os 4 anos, pelo menos

Mesmo que seu pequeno esteja acostumado a caminhar, o carrinho é a salvação para quando ele estiver muito cansado, caindo de sono. As meninas sempre caminharam bastante, mas o carrinho ajudava a não judiar muito das criaturinhas. Nós, quando viajamos, conhecemos os lugares todos à pé. Saímos cedo e voltamos tarde. E o carrinho era nosso fiel amigo, parceiro pra toda obra! Do contrário, teríamos que carregar o chumbinho no colo e acabar com as costas e pernas já cansadas do passeio.

10 dicas de viagem carrinho
Vê se isso é hora dormir!

Sem contar que eles são um excelente porta bolsas e sacolas, não acham? 😆

Caso você não queira levar o do seu filho na viagem, por achar que é mais um trambolho para carregar, alguns lugares oferecem o aluguel desse tipo de acessório. Aqui em Madrid temos a Little Traveller Club.

E pra fechar nossa lista de 10 Dicas de Viagem com filhos:
10 – Faça lanchinhos leves e saudáveis para o dia

Não sei aí, mas aqui tenho 3 mortas de fome. Elas comem o dia I-N-T-E-I-R-O! Meu marido diz que são como galinhas de aviário, enquanto tem luz estão bicando alguma coisa 😅

10 dicas de viagem lanche
Pausa pra merenda

Imagina se deixássemos pra comprar tudo na rua? O dinheiro da viagem acabaria no primeiro dia!! Por isso, vamos a um bom supermercado da cidade que estamos visitando e compramos frutas, pães, biscoitos, sucos, queijos e carregamos a mochila para cada dia de passeio. Até papinha de bebê vale, mesmo que já sejam grandes. Eu adoro aquelas papinhas de frutas (as da foto ali em cima compramos na nossa primeira viagem à Madrid, era o almoço diário da Mai)!

10 dicas de viagem frutas
Frutas são sempre um bom lanche

Desta forma elas não ficam pedindo comida o dia inteiro e nós não acabamos com nosso orçamento. E vão se alimentar de uma forma bem mais saudável. Mesmo que nosso almoço seja um sanduíche reforçado, bem recheado, não me preocupo. À noite fazemos uma jantinha bem gostosa para compensar a falta de comida do meio-dia.

Quer dicas de como viajar com crianças gastando pouco? Aqui tem.

Quer saber como fazemos para conciliar escola com viagens? Então clica aqui!

E então, curtiu as minhas dicas? Pensa que é só isso? Não!!! Como eu disse, este post faz parte de uma blogagem coletiva especial de Dia das Mães e tem muito mais dicas por aí. Aqui embaixo tem a lista dos blogs participantes e você também pode encontrar pelas tags #Dicadeviagemdemãe #Dicademaeviajante

Você também pode encontrar dicas diárias nas nossas redes sociais – Facebook | Instagram | Twitter ou pela #melamilpelomundo

Beijos de MEL e um doce dia pra você, mamãe  😉 <3

 Salve a imagem também no Pinterest:

47 Respostas para “10 Dicas de Viagem com filhos que só uma mãe pode dar”

    1. Obrigada Matheus! Abraços

  1. A primeira vez que deixei uma câmera com minhas filhas, me surpreendi o quanto elas curtiram a experiência e depois me surpreendi mais ainda com algumas fotos super interessantes que elas tiraram. Um olhar novo, curiososo, outro ângulo pra o que às vezes a gente vê com olhos já muito “viajados”
    Adorei o post e as dicas!

    1. Obrigada Simone! Bjs

  2. Juliane, adorei! Nossas dicas são bem parecidas! Será que é cousa de mãe de 3? 😉

    1. Hahaha! Pode ser Helen! Bjs

  3. Adorei suas dicas e destaque para o cuidado com a documentação quando viajamos com crianças. Muito bem lembrado! Bjs

    1. Obrigada Bárbara! Bjs

  4. Essa última viagens para a Africa do Sul adorei ficar em guesthouse e não ficar em hotel. Foi como se estivessemos em casa!

    1. Oi Flavia! É uma experiência muito legal mesmo. Bjs

  5. Juliane sempre com dicas preciosas! A documentação é mesmo super importante! E eu tb não abro mão do carrinho, adoro pendurar minhas comprinhas nele hahaha Beijos!

    1. Obrigada Fer! Grande beijo!

  6. Mel, também costumo levar fraldas, leite… vai um pouquinho pesada a mala, mas vale a pena na volta porque usamos os espaços livres para colocar itens novos adquiridos durante a viagem, se não for dessa forma, nossa mala nunca vai com espaço livre e na volta não cabe mais nada. Amei as dica, beijos.

    1. Obrigada Ana! Beijão!

  7. Sempre que possível alugamos casas/ apartamentos quando viajamos com os meninos, é uma maneira inclusive de termos mais acesso à vida do morador local né?

    1. Oi Cynara! É muito legal esta troca com o anfitrião, né? Bjs

  8. Juliane, adoro entregar para a Valen uma máquina fotográfica, também. Só que agora ficou obsoleto, né, com tanto celular tirando fotos… hehehehe. Estou sempre atenta à documentação, também.
    Abraço

    1. Eles amam Andrea! Beijos

  9. Ana Carolina Miranda says: Responder

    Juliane, em minha última viagem dei uma máquina para o Biel fotografar e ele amou! Tirou mais de 200 fotos no aquário. A dica do carrinho também é super válida. É um super aliado! Ótimas dicas!

    1. Oi Ana! Que bom que gostou! Beijos e feliz dia das mães!

  10. oi Juliane
    Delícia chegar aqui no teu blog justamente no Dia das Mamis.
    Sabe que sou super encanada com documentação? Na verdade, não estresso muito com roupas e acessórios, o que me esquenta a cabeça mesmo é documentação e farmacinha. Puxa, alguém tentar embarcar com carteira de vacinação?! #choquei rs
    E sobre as mochilinhas? Além de inserir uma boa prática, eles ficam demais carregando sua própria tralhinha… guardo a deles até hoje.
    Bjks
    Adriana

    1. Oi Adri! Então, roupa a gente pode comprar né, mas documentação errada é dor de cabeça certa! Beijos e feliz dia das mães!

  11. A mochilinha para as crianças carregarem alguns pertences é útil mesmo. Feliz Dia das Mães!

    1. Oi Rosangela! Um feliz dia das mães pra ti também! Bjs

  12. Que linda a sua família, adorei participar com vcs!

    1. Obrigada Silvia! Nós também adoramos. Bjs

  13. […] viajante Vamos Por Aí Viajar hei Ases a Bordo Vem pro Parque! Bebe Piccolo Viajo com Filhos Mel a Mil Pelo Mundo Malas & Malinhas Diário de Viagem Trilhas e Cantos Viagem Simplesmente Viajando de Carro Do […]

  14. Morri de rir com a expressão do seu marido das galinhas de aviário! Vou usar por aqui! HAHAHA
    Me identifiquei muito com seu jeito de viajar! E amo entregar uma câmera na mão da criança e depois ver a viagem através do seu olhar!
    Uma amiga já passou perrengue por causa de documentação, acredito em todos os seus exemplos!rs
    Amei seu post!

    1. Oi Aline! Então tu também tens as tuas Magalis hahahaha!! Grande beijo e feliz dia das mães!

  15. […] Ases a Bordo 8 – Vem pro Parque!  9 – Bebe Piccolo  10. Viajo com Filhos 11. MEL a Mil Pelo Mundo  12. Malas & malinhas  13. Cantinho de Ná 14. Diário de Viagem  15. Trilhas e […]

  16. Que legal, tivemos várias dicas em comum! Nós também preferimos alugar apartamento, gostamos muito do conforto e da liberdade, além de adorarmos visitar supermercados no exterior. Deve ser uma delicia viajar com essa turminha hein! Aqui só temos 1 e ela as vezes reclama que queria outra criança pra brincar durante as viagens.
    Parabéns pelo post! Um abraço e feliz dia das mães!

    1. Oi Kelly! Explorar supermercados é meu passeio preferido hahahaha!! E recomendo bastante uma companhia para a sua pequena!
      beijos e feliz dia das mães!

  17. Adorei!! Nem pensar abandonar o carrinho….. usei com meu filho até os 8 anos – me julgue!!! mas fomos todos felizes sempre!!! Feliz Dia das Mães. Um bj

    1. Oi Debora! Não julgo, mãe não se julga, cada uma sabe o que é melhor pra sua cria. O importante é ser feliz! Beijos e feliz dia das mães!

  18. Juli, adorei suas dicas e seu blog! Concordamos em vários pontos! E vou dar uma câmera para a mais velha na próxima viagem, vc e outras mães deram essa super dica. Feliz dia das mães!

    1. Obrigada Cíntia! Dê mesmo, ela vai adorar e você vai ver que fotos lindas ela vai tirar! Beijos e feliz dia das mães!

  19. Preciso rever urgente a dica 5. Sempre ficamos em hotéis, mas se gasta muito. Em nossa próxima viagem, já estamos cogitando “viver” como os moradores. Acho que será uma experiência incrível. Feliz Dia das mães.

    1. Oi Susana! Pode apostar que sim! A gente abre mão de algumas mordomias mas ganha em experiências! Beijos e feliz dia das mães!

  20. Oii!! Amei teu blog, não conhecia. Espanha é tipo top na minha wishlist….qquer dia vou te visitar aí! rsrsrsrs

    Bom, bora voltar pro foco do post. Menina, adorei as dicas!!! A da criança levar sua própria mochila achei bem prática, aqui fazemos mais ou menos parecido, eles tem uma mala de rodinha que ‘carregam’ de um lado para o outro nas viagens e se empolgam demais com isso, agora vou pensar na possibilidade da mochila para minha filha mais velha na próxima viagem, acho que ela vai gostar.

    Adorei mesmo!

    Bjo grande!!!

    1. Oi Trícia! Vem mesmo!! E compra uma mochila bem bacana, daquelas cheias de bolsos, que elas amam!!!Beijos!!

  21. Amei o post Julie!! Vc é incrível!! Adoro ver você carregando teus rebentos por aí! Que mulher <3

    1. Obrigada Camis! Vai guardando pra quando chegar a tua vez hahahaha. Beijocas!!

  22. Adorei a ideia da máquina para a criança. Colhendo muitas dicas boas nesta blogagem coletiva.

    1. Obrigada Érica! A máquina faz sucesso mesmo, as gurias amam tirar fotos! Beijos!

  23. Sério que na Espanha o dias das mães já passou?
    Mas mesmo sismo eixo aqui um forte abraço!!!

    Adorei as dicas, principalmente a primeira – Nunca deixe de viajar – por que será??

    1. Oi Fran! Já passou mas tô nem aí, domingo quero mais hehehehe
      Deixar de viajar jamais!!
      Beijos!

Deixe uma resposta